.

Brasão de:

 S. Martinho das Amoreiras

.

..

 

 

 

 

Presidentes da Junta de Freguesia de:

 S. Martinho das Amoreiras, desde 1910
José António Santiago ( Padre) Até 26.10.910
Manuel Joaquim Silva Graça 26.10.1910 a 19.12.1912
João Batista Braz 24.12.1912 a 18.12.1913
Jacinto de Matos 02.01.1914 a 15.07.1919
José Arsénio 23.09.1919 a 10.11.1925
Manuel Guerreiro Braz 02.01.1926 a 27.09.1926
Joaquim Augusto Oliveira 21.08.1926 a 12.04.1928
Eurico Martins Pragana 26.04.1928 a 30.12.1929
António Gomes Garcia 20.02.1930 a 31.12.1941
António Silva Graça 02.01.1942 a 31.12.1950
José Guerreiro Braz 02.01.1951 a 31.12.1954
António Fernandes Silva Jaques 02.01.1955 a 31.12.1959
Manuel António Guerreiro 02.01.1960 a 15.07.1974
Manuel Silva Fonseca 1974 a 1976
Ezequiel Cunha Duarte 1974 ( 1ªs Eleições Autárquicas)
Joaquim Guerreiro Abílio 1979
Ezequiel Cunha Duarte 1982
Manuel Guerreiro da Silva 1985 a 1997
Mário Neves Páscoa Conceição 1997 a 2013
Nuno Duarte desde 2013, ( presidente actual)

 

Presidente:
Nuno Miguel dos Santos Cunha Duarte 

Secretário: 
João Pedro Guerreiro Costa Vilhena

Tesoureira: 
Maria Luísa Correia da Glória Guerreiro

 

FESTAS TRADICIONAIS

S. Martinho das Amoreiras - Odemira

 

 

 

Junta de Freguesia de S. Martinho das Amoreiras
Largo Vale Brique 7630-536 São Martinho das Amoreiras
Telefone:283 925 123 Fax: 283 925 123
   

.

 .

 

FESTA DOS RAMOS 2015

 em: S. Martinho das Amoreiras ( Odemira)

 A A.C.D.S.M.A vai realizar mais uma vez o evento RAMOS 2015, EM SÃO MARTINHO

 nos dias 28 e 29 do corrente mês de Março em São Martinho das Amoreiras, dia 28 de tarde com início às 15 horas, com entradas grátis, acordeonistas , poetas populares, grupos de musica popular, cante alentejano,e folclore do Algarve. À noite ás 21 horas grandioso Baile,com RICARDO GLÓRIA, até às Tantas. No dia 29 domingo, festa religiosa com início às 16 horas com procissão seguida de missa solene na Igreja Matriz, não faltes a este maravilhoso evento!!!

FICA O CONVITE PARA ASSISTIR A ESTA GRANDIOSA FESTA

 

 

BEM VINDOS A:

 SÃO  MARTINHO DAS AMOREIRAS

Património Cultural

Grupo de Violas Campaniças de S. Martinho das Amoreiras

Grupo de Cantares da Serra

Grupo Musical e Instrumental Amoreirense

Grupo de Vozes Femininas de Amoreiras-Gare

Património Edificado:

 

IMAGENS DE S. MARTINHO DAS AMOREIRAS

Igreja Paroquial

 

Foto antiga da Portela de S. Martinho

 

HOMENAGEM

 AO DR. ANTÓNIO CALAPEZ GOMES GARCIA

Dia 16 de Fevereiro de 2013 em: S. Martinho das Amoreiras

 

Dr. Carlos de Almeida Bastos

Médico da nossa freguesia, durante 35 anos

Carlos Correia de Almeida Bastos, nasceu em Lisboa, no bairro de
Alfama, em 22 de Outubro de 1888. Iniciou o curso de Medicina na Escola Médico Cirúrgica, concluindo a licenciatura na já então Faculdade de Medicina da Universidade Clássica de Lisboa, no ano de 1914.

 Fez o internato no Hospital de São José, mais precisamente na enfermaria - maternidade de Santa Joana, tendo defendido tese em 15 deAbril de 1915. Entre os seus professores destacam-se várias figuras ímpares da época, nomeadamente Egas Moniz, Francisco Gentil, GamaPinto, Júlio Matos e Ricardo Jorge, a par de vários outros, cujos nomes ficaram imortalizados em hospitais, institutos, avenidas e ruas. Assistente do Prof. Aníbal de Castro, augurava-se-lhe uma promissora
carreira tanto a nível clínico como académico.

 No entanto, por motivos pessoais e familiares, refugiou-se em São Martinho das Amoreiras ( Odemira) em 1917 onde se fixou, ocupando o cargo de médico municipal, numa altura em que o distrito de Beja, o maior do país, contava com um número ínfimo de clínicos.

Tornou-se, por assim dizer, uma personificação do famoso João Semana, cujo quotidiano Júlio Dinis, tão bem caracterizou. Naquele tempo, anos 15 a 30 do século passado, ainda se faziam consultas nas farmácias locais, tendo exercido parte da sua actividade na então farmácia Pargana, em São Martinho das Amoreiras. As visitas ao domicílio, sobretudo aos “montes”, eram também bastante frequentes. Particularmente penosas devido, não só aos maus caminhos, como também à distância que separava aqueles locais da sede de freguesia, via-se muitas vezes obrigado a deslocar-se a pé ou a cavalo. Alguns anos mais tarde, com a melhoria das vias de comunicação, passou a utilizar uma charrete, um “luxo” naquela época.

 Fez da sua profissão um sacerdócio, dedicando-se de alma e coração à clínica geral e também à obstetrícia, especialidade de que muito gostava. Ainda é vivo e encontra-se,
felizmente, de boa saúde o último rapaz que ajudou a nascer, num parto que fez já em muito precárias condições de saúde. Chama-se António Alberto Rafael e é empregado bancário aposentado. A par da competência científica, elogiada tanto por colegas como por pacientes, foi uma pessoa profundamente humana que sentia e sofria os problemas alheios,defendendo com frequência, que tanto a medicina os tratamentos deveriam ser gratuitos para os mais carenciados e a miséria noAlentejo era muita nessa altura.

Após quase 35 anos de dedicação á sua profissão faleceu no dia 7 de Março de 1949, tendo o maior funeral de que há notícia até àquela data em São Martinho das Amoreiras.

 É  muito gratificante saber que ainda hoje, sessenta anos após a sua morte,continua a ser recordado, constituindo um exemplo de abnegação e generosidade.

Biografia enviada pela sua neta: Margarida Almeida Bastos
 

Em 1952 ,o Dr. Garcia ocupou o lugar do  médico da Freguesia

Dr. António Calapez Gomes Garcia

1921-02-13  a  2010-07-14

Dr. António Calapez Garcia, médico e político foi deputado em 3 legislaturas. Conhecido pelo Dr. Garcia, com 84 anos, tem dedicado toda  a sua vida à medicina e ao  serviço público. Nasceu em S. Luís, a 13 de Fevereiro de 1921, mas reside em S. Martinho das Amoreiras, desde os 2 anos de idade. Já com 88 anos e aposentado já algum tempo, ainda exerce medicina. Desde 1949, foi o médico da Casa do Povo de S. Martinho das Amoreiras. Continua a ter um papel activo na comunidade local. Foi um dos impulsionadores da construção do Lar da 3ª idade de S. Martinho das Amoreiras. Ocupou diversos lugares entre eles como Delegado de Saúde e Director do Centro Saúde de Odemira. Actualmente desde 1989 exerce o cargo de Presidente da Assembleia Geral da Santa Casa da Misericórdia de Odemira. Foi homenageado em 10 de Junho de 2005, pela população Odemirense, pelo reconhecimento da sua vida dedicada à medicina e em defesa da sua terra. 

Dr. António Calapez Gomes Garcia

Faleceu a 14 de Julho de 2010 em Lisboa, um dos grandes ilústres de S. Martinho das Amoreiras, conhecido pelo Dr. Garcia e esta freguesia ficou mais pobre, por ter perdido este grande médico e amigo, tendo contribuído pelo bem estar dos mais carenciados na assistência médica e alguns desenvolvimentos locais como o Lar da 3ª idade, de S. Martinho das Amoreiras.

Nasceu em S. Luis, mas escolheu a nossa terra, onde dedicou uma vida, com talento e carinho e como médico tratava os mais necessitados, que o procuravam vindos de todo o concelho, pela sua fama pela sua amabilidade digno de um homem com amor ao próximo.

Com 89 anos era o médico, com mais idade, que ainda exercia  no distrito de Beja.

S. Martinho das Amoreiras, é uma freguesia, onde nasceram ou viveram figuras ilústres e onde o Dr. Garcia, como era conhecido, para sempre será recordado, por quem teve o privilégio de conviver com ele, tal como eu, aqui expresso o meu profundo adeus.

 

Data de nascimento: 1921-02-13

Localidade: - S. Luis / Odemira / Beja

Habilitações literárias : - Licenciatura em Medicina e Cirurgia pela Universidade de Lisboa (1947).

Profissão: - Médico

Carreira profissional

  • Médico Municipal do Centro de Saúde de Odemira;

  • Médico privativo da Casa do Povo de S. Martinho das Amoreiras;

  • Presidente da Cooperativa Agrícola de Odemira;

  • Vogal da Direcção de Federação da Lavoura do Baixo Alentejo de Odemira.

Carreira político-administrativa

  • Vice-presidente e Presidente da Comissão Concelhia da União Nacional de Odemira;

  • Presidente da Comissão Concelhia da Acção Nacional Popular de Beja;

  • Presidente da Comissão de Distrito da Acção Nacional Popular de Beja;

  • Vogal da Comissão Nacional da Acção Nacional Popular;

  • Foi um grande entusiasta da Mocidade Portuguesa, organização em que ocupou alguns postos de comando.

Carreira parlamentar Legislaturas

Círculo

Comissões

VII

Beja

Trabalho, Previdência e Assistência Social.

IX

Beja

Trabalho, Previdência e Assistência Social.

XI

Beja

Economia.

Intervenções parlamentares

VII Legislatura (1957-1961)

1.ª Sessão Legislativa (1957-1958)

  • Não regista intervenções.

2.ª Sessão Legislativa (1958-1959)

  • Não regista intervenções.

3.ª Sessão Legislativa (1959-1960)

  • Não regista intervenções.

4.ª Sessão Legislativa (1960-1961)

  • Discute na generalidade a proposta de lei sobre o plano de viação rural.

  • Discute o artigo 1.º do projecto de lei do Sr. Santos Bessa acerca de períodos de evicção escolar.

  • Apela para o Governo a fim de que aplique determinada verba em obras de irrigação no Alentejo.

IX Legislatura (1965-1969)

1.ª Sessão Legislativa (1965-1966)

  • Não regista intervenções.

2.ª Sessão Legislativa (1966-1967)

  • Não é autorizado a depor no tribunal da comarca de Odemira em 14 de Março de 1967.

  • Discute na generalidade e na especialidade a proposta de lei sobre o regime jurídico da caça.

3.ª Sessão Legislativa (1967-1968)

  • Participa no debate sobre as contas gerais do Estado e da Junta do Crédito Público de 1966.

4.ª Sessão Legislativa (1968-1969)

  • Discute na especialidade a proposta de lei sobre a reorganização das Casas do Povo e a previdência rural e subscreve, com outros Deputados, uma proposta de alteração à referida proposta de lei.

XI Legislatura (1973-1974)

1.ª Sessão Legislativa (1973-1974)

  • Entra na discussão, na generalidade, da proposta de lei sobre o regime de condicionamento do plantio da vinha.

  • Discute, na especialidade, a proposta de lei sobre o regime de condicionamento do plantio da vinha.

  • Faz considerações sobre os actos de subversão e terrorismo que se vêm verificando, focando a necessidade premente da actualização do nosso sistema penal em relação a tais actos

Medalha Municipal de Mérito 

Odemira, 25 de Abril de 2006

O Município de Odemira atribui a Medalha Municipal de Mérito ao senhor Dr. António Calapez Gomes Garcia como reconhecimento pela extraordinária acção em prole da comunidade enquanto médico e, numa fase da sua vida, na política enquanto deputado ao serviço do Concelho, do Alentejo e até do País.

Falar de assistência médica no tempo em que não existiam estradas, nem meios auto para chegar aos locais mais recônditos, falar de consultas sem qualquer remuneração, falar da porta sempre aberta a toda a gente e a qualquer hora, é falar deste homem a quem justamente se presta homenagem.

Mas ao homenageado é justo atribuir-lhe um importante papel no Plano de Rega do Mira e do Alentejo, no movimento associativo e cooperativo e no Hospital da Santa Casa da Misericórdia de Odemira, entre muitas outras iniciativas por que se bateu, que liderou e que concretizou ou ajudou a concretizar.

Por tudo isto, e pelo muito que fica por dizer, o Município de Odemira e a sua população, o Alentejo e até o País muito devem ao cidadão Dr. António Calapez Gomes Garcia e à sua prestigiada acção como médico e político.

É por isso merecedor do galardão atribuído.

Medalha de Ouro

 atribuida pela Ministra da Saúde, Ana Jorge, em 07.04.2009, pelo reconhecimento no seu desempenho na área da saúde

A entrega das medalhas realizou-se durante a sessão comemorativa do Dia Mundial da Saúde (este ano dedicado ao tema "Salvar Vidas - Hospitais seguros em situações de emergência"). No auditório do INFARMED, o Ministério da Saúde, procedeu também à entrega formal do Prémio Nacional de Saúde 2008

Entre outras figuras destacadas na área da saúde o Dr. António Calapez Gomes Garcia, Grau "ouro", nomeado médico municipal em 1952 exerceu a sua profissão como autoridade de saúde no Concelho de Odemira e integrou

 

FIGURAS DE RELÊVO DA FREGUESIA :

Eng. ADELINO AMARO DA COSTA

Conheça este  estadista no link:  

http://pt.wikipedia.org/wiki/Adelino_Amaro_da_Costa

 

Adelino Manuel Lopes Amaro da Costa (Algés, 18 de Abril de 1943 - Camarate, 4 de Dezembro de 1980), político português.

Engenheiro Civil, licenciado pelo Instituto Superior Técnico em 1966, foi director do Gabinete de Estudos e Planeamento do Ministro da Educação Nacional, José Veiga Simão.

Após a Revolução dos Cravos, influenciado pela Democracia Cristã, foi um dos fundadores, juntamente com Diogo Freitas do Amaral, do Centro Democrático Social, actual Partido Popular. Foi o primeiro secretário-geral eleito do CDS. Foi deputado à Assembleia Constituinte, entre 1975 e 1976 e deputado à Assembleia da República até 1980, tendo desempenhado ainda funções de presidente do Grupo Parlamentar do seu partido.

Após a vitória da Aliança Democrática nas eleições legislativas de 1980, foi-lhe atribuída a pasta da Defesa Nacional do VI Governo Constitucional, tornando-se assim o primeiro civil a assumir o cargo de Ministro da Defesa, após a Revolução dos Cravos.

Faleceu num desastre de avião em Camarate, no dia 4 de Dezembro de 1980, em conjunto com a sua esposa, o então primeiro-ministro Francisco Sá Carneiro e a companheira deste, Snu Abecassis, quando se dirigiam para o Porto para participar num comício de apoio a Soares Carneiro, o seu candidato para as eleições presidenciais desse ano.

Fonte: Wikipédia

O seu pai Engº Manuel Rafael Amaro da Costa

nasceu em S. Martinho das Amoreiras, em 1910, foi destinguido na área de Engenharia hidráulica, tem sido condecorado com diversas medalhas, tendo sido, secretário das Obras Públicas do Estado Novo.

 Engº Manuel Rafael Amaro da Costa

 

Pai: Adelino Rafael da Costa  c. 1880
Mãe: Lucinda Guerreiro de Goes  c. 1880

Casamentos:

Joaquina da Conceição Duarte Lopes Nunes  22.01.1914
 

Filhos:

  link: para a  página da família Costa, conheça esta família

http://vpcosta.paginas.sapo.pt/FOTOS.htm

****************************************************************************************

 
 

 

Resumo histórico de: S. Martinho das Amoreiras

 

http://www.riomira.net/odemiropedia/tiki-index.php?page=S.Martinho+das+Amoreiras
Informações sobre São Martinho das Amoreiras

Descrição da freguesia de S. Martinho das Amores, por Antero Silva, no seu livro que publicou em: 2007 " A HISTÓRIA E AS GENTES DE SÃO MARTINHO DAS AMOREIRAS

Localização e características físicas:

Esta freguesia que até 18855 pertenceu sempre ao concelho de Ourique, a partir dessa data até 1899, andou bailando, ora pertencia a Ourique ora a Odemira, até que se fidalizou a este concelho, situado no extremo este. Este confina a norte com a freguesia de Santa Luzia ( Ourique) ao sul com as de Santana da Serra ( Ourique) e Santa Clara a Velha, a oriente com as freguesias de Garvão e Ourique e a ocidente com as de Relíquias e Luzianes.

 terreno é acidentado, caracterizando-se por muitos montes a atingirem 300m de altitude, sendo o da Vigia o mais elevado, com 391 m. de altitude. É tocadopor um braço da barragem de Santa Clara.

A  freguesia de S. Martinho das Amoreiras, situa-se no extremo Oeste do concelho de Odemira, a 32 km da sede do concelho e a 4 km de Amoreiras-Gare, Tem uma área de: 143 km2 e uma população de 1160 habitantes, a sua densidade populacional  é de 8,4 hab/km2,

O acesso é feito pela EN123,EN389 e EM503. A linha ferroviária do Sul : Barreiro - até Faro, atravessa esta freguesia em Amoreiras-Gare. O Comboio regional, deixou de parar nesta localdade, sendo o Intercidades a parar mais próximo na estação de Funcheira, a ligação só é possível por táxi a Amoreiras-Gare.

As povoações históricas da freguesia, são Aldeia das Amoreiras, Cunqueiros e S. Martinho das Amoreiras. Sendo a Aldeia das Amoreiras, a mais antiga, desconhecendo-se a data da sua fundação. Há ainda outros povoamentos rurais como a Corte Malhão.

A mais jovem povoação, que fui fundada, no século passado com o aparecimento da via férrea que surgiu em 1888, é Amoreiras_Gare, uma aldeia que floresceu  em serviços, pois era mais fácil chegarem ou serem escoados pelo combóio. Muitos se fixaram aqui abandonando os montes onde viviam, pois para Lisboa ou Algarve era fácil chegarem.

Orago:- S. Martinho, patrono de: S. Martinho das Amoreiras,

 S. Martinho das Amoreiras, pertence à comarca de Odemira, - constituída pelas seguintes freguesias: Vila Nova de Milfontes - Bicos - Val Santiago - Colos - S. Martinho das Amoreiras - S. Luís - Relíquias - Longueira / Almograve  - São Teotónio - Luzianes-Gare - Sabóia - Pereiras-Gare - Boavista dos Pinheiros - S. Salvador e Santa Maria, na vila de Odemira.

S. Martinho das Amoreiras, Localiza-se numa zona serrana, onde antes prevalecia a agricultura e exploração de cortiça, tendo nas últimas décadas sido substituído pela exploração florestal especialmente o eucalipto.

É uma aldeia rural, tendo como meios de subsistência, a exploração florestal, agricultura, comercio local, artesanato: violas campaniças ,  tecelagem: (Coorporativa Sonho Serrano ). Actualmente encerrada por falta de verbas.

 

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Tear usado na tecelagem

 Actividades Económicas: - Comércio local, carpintaria, serralharia, Exploração de cortiça,  exploração  florestal e agricultura.

Gastronomia: - Os famosos bolos de gila, de: S. Martinho das Amoreiras, alconcoras de: Amoreiras-Gare e mel, além dos enchidos de carne de porco .

Bolos de Gila - S. Martº das Amoreiras

Também o fabrico da famosa: aguardente de medronho , que aqui se produz pelos métodos tradicionais, para lhe conferir uma qualidade superior. Apenas para consumo local

Festas Locais: Realiza-se as " Festas Tradicionais"  em : S. Martinho das Amoreiras, no principio de Setembro, no 1º Fim de semana. Uma festa cheia de animação com música de dança e tradicional, cantares ao Baldão, tourada à alentejana, onde cada ano os seus organizadores: Casa do Povo de S. Martinho das Amoreiras, Junta de Freguesia e Município

Festa dos Ramos, na ocasião da Páscoa

Feira Anual:  Realiza-se a 25 de Setembro

PATRIMÓNIO

Igreja Paroquial de: S. Martº das Amoreiras

Igreja Paroquial de S. Martinho das Amoreiras, construída na segunda metade do século XVIII, pela: Ordem de Santiago de Espada, que existia nesta região, tendo influência do reinado de D. Maria I.  Conjuga os estilos. barroco, rococó e neoclássico, de salientar a beleza e riqueza dos retábulos, capela-mor e altares laterais.

Existe ainda a "Necrópole do Pardieiro",  integralmente escavada, é constituída por 11 sepulturas, cemitério arqueológico da idade do ferro . Fica situada perto da Corte Malhão, junto à estrada que liga de S. Martinho das Amoreiras a Corte Malhão e Santana da Serra.

Alguns moinhos de vento, como o da tripeça e outros

 Aldeia das Amoreiras

A capela de S. Bento, muito antiga

Amoreiras-Gare

Capela de Amoreiras-Gare

 

**************************************************************************************************************************************

TURISMO RURAL NA FREGUESIA OU NO CONCELHO DE ODEMIRA


Vídeo de Promoção da Costa Alentejana:
https://www.youtube.com/watch?v=QOQ7uacW1HY
http://www.rotavicentina.com/

Monte Maravilhas
Turismo Rural / Casas e Quartos
S. Martinho das Amoreiras
Mesmo ao lado da aldeia S. Martinho das Amoreiras, no interior do concelho de Odemira, e a escassos quilómetros da Barragem de Santa Clara, o Monte Maravilhas é o local ideal para os amantes da natureza e das caminhadas.


Integrado num vale montanhoso e verdejante repleto de árvores e flores campestres, aqui o silêncio apenas é quebrado pelo som dos riachos, dos pássaros e dos grilos que cantam noite dentro debaixo das estrelas.

Este típico monte alentejano dispõe de 3 casas espaçosas totalmente equipadas. Os terraços de pedra natural, onde pode estender-se nas espreguiçadeiras dão acesso à piscina de água salgada, que apela ao relaxamento e ao desacelerar da vida quotidiana. Poderá alugar apenas um quarto, mas também a casa por inteiro, se quiser vir de férias com a família ou grupo de amigos.

Aqui poderá simplesmente relaxar, usufruindo da tranquilidade do Alentejano ou então integrar um dos programas de férias activas que o Monte Maravilhas organiza. Desde cursos de pintura, semanas de Yoga ou massagens, bem como partir à descoberta da autenticidade da paisagem alentejana acompanhado por guias experientes

Contactos
Johanna Alida Zÿtveld
Monte Maravilhas, 7630-527
S. Martinho das Amoreiras
T: (+351) 283 925 397
M: (+351) 964 235 864
GPS: 37°39’7.88″N / 8°24’14.13″W

http://www.montemaravilhas.com

Alojamento e Restauração?

Alojamento

* Aldeia das Amoreiras – “Holidays in Odemira” Glynn & Julia – 92 58 77 316 – http://holidaysinodemira.wordpress.com/
* Monte Maravilhas (São Martinho das Amoreiras): 30€/noite (quarto individual/duplo). T: 964 235 864
* Quinta do Monte de Vale del Rei de Baixo (a 3km de São Martinho das Amoreiras) T: 283 925 262.
* Camping Corgo do Pardieiro (Amoreiras-Gare): campismo ou casa com quarto duplo. T: 283 926 065

Reserva de jantares (aconselhável reservar com antecedência)

* Restaurante “Texas” (Aldeia das Amoreiras) – T: 283 925 242

* Restaurante “O Rossio” (Aldeia das Amoreiras) – T: 96 271 11 16

 

 

Cultura Musical

GRUPO CANTARES DA SERRA DE S. MARTINHO DAS AMOREIRAS

Acordeonistas de S. Martinho das Amoreiras

em exibição nas festas de S. Martinho das Amoreiras

 

.

CONTACTOS ÚTEIS DO CONCELHO DE ODEMIRA:

Biblioteca Municipal José Saramago

Tel. 283 320 900

Bombeiros Voluntários de Odemira

Tel. 283 320 800

Bombeiros Voluntários de Milfontes

Tel. 283 996 620

Cartório Privado de Odemira

Tel. 283 322 470

Centro de Saúde de Odemira

Tel. 283 320 130

Cineteatro Camacho Costa

Tel. 283 320 881

Complexo Desportivo Municipal Dr. Justino dos Santos
 
Piscinas Municipais

Tel. 283 322 234

Pavilhão Municipal

Tel. 283 322 892

CTT Odemira

Tel. 283 320 030

Farmácia Alfeirão (Vila Nova de Milfontes)
 

Tel. 283 998 212 / 283 998 169

Farmácia Milfontes

Tel. 283 691 106

Farmácia Central (Odemira)

Tel. 283 322 183

Farmácia Confiança (Odemira)

Tel. 283 300 010

Farmácia do Mar (Zambujeira do Mar)

Tel. 283 961 540

Farmácia Palma (S. Teotónio)

Tel. 283 959 203

Farmácia Popular (S. Luís)

Tel. 283 976 155

 

Serviço Disponibilidade: 918 246 281

Farmácia Popular (Sabóia)

Tel. 283 882 159

Farmácia Vargues Ladeira (S. Teotónio)

Tel. 283 961 690

G.N.R. Colos

Tel. 283 691 171

G.N.R. Odemira

Tel. 283 322 171

G.N.R. Sabóia

Tel. 283 882 171

G.N.R. S. Luís

Tel. 283 976 171

G.N.R. S. Teotónio

Tel. 283 959 017

G.N. R Vila Nova de Milfontes

Tel. 283 998 391

Comando de Destacamento Territorial de Odemira (Vila Nova de Milfontes)

Tel. 283 990 020

Parque Natural SW Alentejano e Costa Vicentina

Tel. 283 322 735

Posto de Turismo de Odemira

Tel. 283 320 900

Posto de Turismo de Vila Nova de Milfontes

Tel. 283 996 599

Posto de Turismo de Zambujeira do Mar

Tel. 283 961 144

Proteção Civil

Tel. 283 300 000/961 620 622

Repartição de Finanças de Odemira

Tel. 283 322 251

Serviço Local de Segurança Social

Tel. 283 320 400 / 283 320 404

Tribunal da Comarca do Alentejo Litoral/Secretária do Juízo de Odemira

Tel. 283 101 530

 

 

MODA: Associação do Cante Alentejano: Promover e divulgar a intrepertação do " Cante" Alentejano e reforçar a organização dos " Grupos Corais"

https://pt-pt.facebook.com/modacantealentejano

 

Violas construída por Daniel Luz

Daniel  Inácio da Luz  - S. Teotónio

Oficina de construção de:

http://danielluz.wordpress.com/ o site de Daniel Luz

violas campaniças e outros cordofones

S. Teotónio - Odemira  - Contacto: 283 958 405

Violas feitas no Alentejo dão música um pouco por todo o mundo

 
José Matos, actualizou o site em: 25 de Agosto de 2013

 


 

Guestbook

Organizado pelo Mundo Montado

www.mundomontado.com

Turismo Responsável do Alenjo
"No caminho de São Martinho"

(Dia inteiro)
Começamos o dia na Aldeia das Amoreiras, uma pequena joia no interior do Alentejo com a sua pequena capela dedicada a S. Bento que remonta ao sec XV. Aqui, prevalecem as tradições, o saber e o modo de vida do Alentejo rural. Esta aldeia é a mais antiga de toda a Freguesia, já era local de passagem para a via romana Salacia Ossonoba, na Idade Média foi dos locais onde se fomentou a plantação de Amoreiras para produzir texteis daí a toponimia do local. E foi também local de paragem para a rainha D. Maria I “A Pia” nas suas viagens de Lisboa para o Algarve no século XVIII, sendo uma referência na Rota da Rainha.
Esta aldeia com menos de 200 habitantes vive hoje da agricultura, da produção de gado, da extracção de cortiça, da olivivultura, da apicultura e outras actividades sazonais. Terra de moinhos e casas térreas construídas em taipa, deu vida a muitos exímios tiradores de cortiça. Com tradição de bordados, musica tradional com viola campaniça e ainda uma rica gastronomia baseada no porco alentejano regada com bom vinho e colmatada com a aguardente de medronho.
Almoço com pratos tradicionais alentejanos no Restaurante Texas Bar.
Da parte da tarde, partimos para São Martinho das Amoreiras, sede de Freguesia, a escassos kilómetros. Encontra-se numa zona marcadamente serrana onde a floresta domina a paisagem. É um Alentejo totalmente diferente daquele a que estamos habituados. Faremos a visita de São Martinho das Amoreiras, veremos a Igreja paroquial, da segunda metade do séc. XVIII. Grande templo de uma freguesia rural de inspiração barroca, rococó, neoclássica. Foi construída sob os auspícios da Ordem de Santiago da Espada que dominava toda esta região na Idade Média. Veremos também um pequeno Oratório de feição popular ligado ao surgimento do culto de S. Martinho de Tours na região das Amoreiras. Visita da padaria local que funciona com forno a lenha há mais de 40 anos, todos os dias excepto aos Domingos. Visita da Necrópole do Pardieiro, monumento arqueológico que remonta à Idade do Ferro e onde foram encontrados vestígios da misteriosa Civilização da Escrita do Sudoeste.
Dia inteiro 50€ (mín. 4 pax)
Inclui transporte, guia, taxas, seguros, almoço e prova de medronho
Faça a sua Reserva, para:
 

http://www.mundomontado.com/pt/reservasepagamentos

Recomendamos estes Serviços:

Visite o Alentejo

Rota Vicentina

Alojamento em Vila Nova de Milfontes

Alojamento na Zambujeira do Mar

Reserva de Hotéis

 Na: Costa Vicentina

 

Viaje para 300 destinos  de Portugal, com a Rede Expressos

Comboios de Portugal

RESERVE O SEU VOO, NA TAP

Litoral Alentejano, imagens

Imagens do Alentejo, na Primavera

Concelho de Odemira

CANTE ALENTEJANO

Amália Rodrigues (FADO)

Sobre o Folclóre

Música Foclórica Portuguesa

Música popular portuguesa

Bailarico Popular

   
   
CONVITE PARA OUVIR BOA MÚSICA PORTUGUESA NA:

RÁDIO PORTUGUESA DO VAR

Administrador: José Matos

  Para ouvir 24h de Música de expressão poruguesa

acessar ao link:

www.rcpvar.org

 

 

 

 

Várias receitas de Gastronomia_, que recomendo:

As Receitas do Zé  no Blogspot ( José Gomes de Chaves)

************************************************************************

LIVRO DE VISITAS DEIXE A SUA MENSAGEM

Clique no Guest book, sobre a imagem, obrigada

Guestbook

Deixe a sua opinião, para melhorar
 

eXTReMe Tracker

 

 

 


contador

outils webmaster

Site actualizado em 24 deAgostode 2016- Webmaster José Martos